A Bolsa está no fundo do poço! Aproveite a chance de uma vida

fundodopoço
Bovespa no fundo do poço!
Bolsa no fundo do poço!

E então Bovespa ? Chegamos ao fundo do poço ?

Desde o dia 17 de outubro de 2008, data em que a Bolsa de Valores de São Paulo atingiu seu menor patamar histórico, o mercado financeiro nunca mais foi o mesmo. Antes vistas como um investimento altamente rentável, as ações, de uma hora para outra, viraram pó, com desvalorizações que em alguns casos ultrapassaram os 90%. Nem as companhias mais sólidas e rentáveis escaparam. Se acirraram todos os mitos e lendas implantados na sociedade de que a Bolsa de Valores e consequentemente seus papéis, são extremamente arriscados e fazem seus investidores derreterem seus “saldos patrimoniais”. 

E realmente, muitos especuladores de mercado, ficaram desesperados, mas o que ocorreu em 2008, pode ser uma mera prévia do PROBLEMÃO que está para ocorrer agora na Bolsa.

Mas, afinal, o que está acontecendo com a Bolsa? Esta é uma pergunta que todos fazem, mas que poucos são capazes de responder. Analisando as ações das principais blue chips  listadas na Bovespa, podemos perceber que vários fatores contribuem para que a Bolsa corra de lado há vários anos.

Influência dos mercados externos, crises do tamanho de marolas ou tsunamis, corrupção interna, fez com que uma economia considerada equilibrada, se transformasse em um dos maiores casos de corrupção a nível internacional que se tem notícia.

Tudo isso e mais um pouco, interferiram para o cenário que hoje nós temos na Bolsa.

Alguns analistas dizem que o fundo do poço pode ser ainda mais fundo do que se apresenta hoje em dia. Com justa razão, uma das frases que correm solta através dos analistas do mercado financeiro é “nunca tente pegar uma faca enquanto ela estiver caindo”. No entanto, sabemos que empresas sólidas estão há alguns anos buscando se defender desta crise, e conseguindo se segurar, mesmo com o preço de suas ações em baixa. Esta análise é importante no cenário atual, pois, sabemos que o cerne que sustenta nossa economia, está intimamente relacionado a lucratividade destas empresas e quê, em última análise, apesar de algumas encerrarem suas atividades, estas empresas consideradas sólidas NÃO VÃO QUEBRAR.

O que é mais provável?

Num cenário como esse, tudo que você tem a fazer é comprar barato sob uma perspectiva histórica abrangente, tentando certificar-se de que as surpresas estão do lado positivo.

Todos formam suas percepções sobre ativos financeiros com base na informação disponível. Esquecem-se, porém, que essa já se encontra incorporada aos preços. E o que formará preço, à frente, será justamente a informação não disponível.

O próximo movimento de longo prazo em Bolsa sempre será maior do que podemos supor. Como heurística, admita que o Ibovespa pode dobrar ou cair pela metade em seu próximo movimento.

É mais provável termos o índice a 22,5 pontos ou a 90 mil em cinco anos? (fonte: Empirucus)

 

Bovespa buscando o índice mundial.
Bolsa de Valores buscando o índice mundial.

Aqui entram um padrão de análise interessante, para sabermos diferenciar o que estamos vivendo hoje, do que ocorreu em 2008 e o porquê, agora, estamos mais propensos a um upsizing em nossa valorização do que cairmos ainda mais.

Em 2008, o índice internacional conhecido como MSCI, (Morgan Stanley Capital International), que acompanha as principais Ações dos mercados internacionais, do qual fazem parte também, inúmeras empresas sólidas do Brasil, estava praticamente unido ao índice Bovespa. Observe no gráfico acima. Esse padrão se modificou no decorrer dos anos, e o MSCI se afastou enquanto o Ibovespa continuou caindo.

É de se esperar, que nossos governantes façam algo pela economia nacional e que a reação brasileira comece em curto prazo para buscar novamente acompanhar o crescimento internacional.

Acabamos de sair do campo da análise financeira e entramos no campo da análise política. 

Infelizmente nosso governo tem tomado medidas econômicas que são frustrantes frente a análise dos grandes economistas internacionais. Mas paremos para pensar um pouco:

  • Quanto tempo ainda o atual governo irá manter a atual política econômica ?
  • Será que o mesmo continuará no poder, e não sofrerá intervenção de mudanças, seja por processos de impeachment ou por novas eleições em 2018 ?
  • O Povo Brasileiro, dia a dia aprende mais sobre Investimentos e amplia sua inteligência financeira e, apesar de ainda minoria na população brasileira, já existe aqueles que compreendem o que realmente faz gerar qualidade de vida e especialmente qualidade de vida financeira para a população.
  • Para estratégias de longo prazo, defensivas, que buscam alocar patrimônio em ações de empresas que não são influenciadas diretamente pela crise internacional, como no caso de commodities ou produtos cíclicos. Empresas que sejam sólidas em governança corporativa, que buscam crescimentos constantes e consistentes, que distribuem DIVIDENDOS de forma sólida, consistente e também constante E QUE, estejam precificadas bem abaixo do que realmente valem, não tendem a desaparecer, muito pelo contrário, tendem a se tornar AINDA MAIS SÓLIDAS E LUCRATIVAS, justamente para vencer a crise.

Mesmo que não estejamos ainda no fundo máximo, podemos concluir que este fundo não afunda mais tanto assim..

Explico melhor:

Estamos em um estado tão doente, economicamente falando, que CONFIAR EM EMPRESAS SÓLIDAS É MUITO MAIS INTELIGENTE DO QUE CONFIAR NO GOVERNO. Confiar em Ações destas empresas é muito mais inteligente do que confiar em aplicações tradicionais que estão vinculadas à política econômica nacional atualmente.

POUPANÇA, Fundos DI, Renda Fixa, Tesouro Nacional x INVESTIMENTOS EM AÇÕES E FIIs

As opções mais tradicionais de investimento. Aquelas apesar de todos os alertas e de se demonstrarem INFRUTÍFERAS no médio e longo prazo, continuam sendo a preferência dos brasileiros, estão aos poucos perdendo força. Diante dos argumentos e especialmente DOS FATOS, operações como a falida Caderneta de Poupança, os fundos de investimentos tradicionais oferecidos pelos bancos e até mesmo os Títulos do Tesouro Nacional estão caindo em descrédito.

Por outro lado, as Ações e os Fundos Imobiliários, os conhecidos FIIs, estão ganhando novamente a atenção de alguns pois se voltam novamente a aparecerem como Opções de Investimentos devidamente consistentes e atrativas para o médio e longo prazo.

Quando um investidor aprende a diferenciar as manobras e percebe que Investimentos Consistentes, nada tem a ver com especulação financeira ou com operações de compra e venda no intraday (curtíssimo prazo). Começa a perceber que SE TORNAR SÓCIO de empresas sólidas, é muito mais eficiente com garantia de retorno e minimização de riscos, ele percebe que PRECISA ENTRAR NO MERCADO AGORA, pois a oportunidade e o “timing” estão a sua frente.

MESMO que a Bolsa afunde ainda mais, o investidor NÃO IRÁ PERDER

Esse “afundar ainda mais” não poderá ser muito longo, pois a política econômica, seja do partido que for, PRECISARÁ BUSCAR REAÇÃO, e esta reação será refletida como aumento dos preços das ações e mais lucratividade para as empresas, consequentemente, mais giro na economia, mais produção industrial, e mais condições de consumo.

Os investidores que aprenderem a ESCOLHER CORRETAMENTE, empresas que são blindadas durante a crise, farão o chamado PREÇO MÉDIO nestes próximos 2 anos e então, ao retomar crescimento, tais empresas irão gerar MUITA LUCRATIVIDADE em forma de DIVIDENDOS e Juros sobre capital próprio.

O preço médio irá ocorrer pela possível e positiva oscilação dos valores das ações consistentes nos próximos meses e anos. Isso é normal, e chamamos de preço médio pois orientamos nossos alunos a comprar ações destas empresas periodicamente, mês a mês, assim sendo, algumas vezes estas compras se darão por preços menores, outras vezes por preços maiores, no entanto, o PREÇO MÉDIO será alcançado gerando benefícios a este investidor, possibilitando uma potencialização de seu patrimônio com o REINVESTIMENTO DE DIVIDENDOS constantes que o mesmo efetuará.

Ações com preços EXTREMAMENTE ATRATIVOS

Estamos hoje mesmo em nosso site, oferecendo o guia:

10 Ações que Devem estar em sua Carteira de Longo Prazo (Clique para baixar)

onde eu apresento uma sugestão de empresas consideradas sólidas e consistentes por nosso método.

Podemos observar que algumas delas estão com precificação extremamente baixos em relação ao valor patrimonial e a consistência de gestão que apresentam. Uma pechincha e a garantia de excelente lucratividade para o investidor consistente. 

Quem aproveitar agora, estará dando passos sólidos em direção a sua Independência Financeira.

Concluindo

Estamos diante de uma oportunidade única, diferente de 2008, pois atualmente as chances da nossa política econômica, ser alterada para buscar os índices de crescimento internacionais e os padrões das empresas que compõe o MSCI são enormes. 

Poderemos ter uma das mais abastadas reações que já se viu na história econômica brasileira, seja com a troca do governo, seja com a mera troca da política atual. O governo atual, em mais otimista possibilidade, só permanecerá no poder até no máximo 2018. Daí para frente, a política econômica será alterada, seja pelo partido que for, seja por quem assumir o governo da nossa Nação.

Estamos diante de uma OPORTUNIDADE ÚNICA. E você não pode ficar fora dela. Aprenda a Investir em Ações de  uma vez por todas, com o método definitivo: Viver de Ações.

Acompanhe nossos vídeos em nosso canal do Youtube.

Inscreva-se em nosso site, colocando seu email abaixo.

[activecampaign form=65]

Passaremos a te enviar informações consistentes que muitas vezes a mídia e as instituições financeiras te escondem.

Nós te ajudaremos a compreender os porquês escondidos e dissimulados, e como você poderá gerar riquezas e aumento patrimonial de forma consistente a vencer esta e qualquer outra crise que se instale pela frente.

Compartilhe este artigo com seus amigos e deixe seus comentários logo abaixo.

Um abraço e $uce$$o a todos.

Tiago Lacerda

 

Comentários no Facebook

Termos de uso | Políticas de Privacidade

Desenvolvido por hashes – CNPJ: 37.197.780/0001-11